24 de setembro de 2011

NA HORA DO ADEUS...

.
Há uns anos atrás, pouco antes dos 20's, na idade em que se tomam decisões que moldam o futuro, empreendi ser artista. Queria ser um artista daqueles que usando pincéis elaborava o mundo por manchas coloridas ou monocromáticas segundo a sua psíque... ou que pela ponta do seu lápis desenharia um mundo a ser habitado fazendo casas e casinhas. Enquanto deambulava nestas indefinições expûs por duas vezes. Na segunda destas exposições, inaugurada por destacadas presenças, foi-me apresentado o José Niza que integrava o tal grupo. Com grande cortesia, parabenizando-me o magro talento ali exposto, cumprimentou-me pelo meu trabalho. Por fim, ao contrário do que era seu costume, não cantou nem tocou.
.
Não voltei a expor e/ou a elaborar um trabalho que tal justificasse. Segui um rumo diferente na minha vida e esquecido desta memória, hoje, pouco lembrado de ter protagonizado os citados momentos, recordo-os nesta partilha pelo acontecimento deste dia.

News

Morreu José Niza, compositor de "E Depois do Adeus"

1 comentário:

Xaninha disse...

ufa...
pelo título pensei que nos ias deixar:)
ainda bem k foi só impressão! :)

beijinho

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails