30 de agosto de 2011

O DIA DA PADROEIRA

 .
 
(c) Santos & Santinhos
.
Pela rua passa a Senhora
De alva veste bordada de flores
Andor de devota condição
Penhor de graças a quem espera salvação.

Quem sente enternece
Mirando e olhando doce expressão.
É mãe que embala, cuida e guarda
Que assim corre em procissão.

Ladeada de gente, que enfim,
Eis a Senhora da Graça,
Menino ao colo se acha
Para que do leite homem se faça.
.
Não sei mais o que escrever
Para esta rima concluir
Loas não sei tecer, não sei,
E assim, sem mais, eis o fim!
.
.

Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails