11 de janeiro de 2011

R.I.P. CARLOS CASTRO

.

É o São Luíz?... É a Gala dos Transformistas?... É o seu dinamizador encarnando uma Diva de lantejoulas?... Não! Não é a Amália... não, não é  a Maria Barroso e a Simone não canta assim... É a "Liza Minél" e a sua cançãozita preferida - dela e dele, dela... deles!

"I want to wake up that a City
That doesn't sleep" *



Bye, Bye Carlos Castro

(1945 - 2011)


* Acordar, só no dia do Juízo Final com o Camões ao lado fazendo o mais lindo par.
.

2 comentários:

polittikus disse...

Conheci o Carlos Castro pessoalmente, nunca percebi como é que sendo gay assunido estava sempre rodeado de mulheres lindissimas, daquelas que entravam numa sala e fazia-se silêncio...

Bartolomeu disse...

@polittikus,

cruzei-me somente algumas vezes com este vulto. Umas vezes passeando na companhia púberes jovens, enquanto conduzia a caminho da sessão da meia-noite do El Corte Inglês... e a última creio que na Moda Lisboa do ano passado.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails