14 de julho de 2010

O NOVO MODO DE FAZER BEBÉS!

.
Foi com surpresa e maior espanto que neste regresso à ribalta do quotidiano, no alheamento da sua azáfama ao qual me devotei para melhor diligenciar as minha obrigações, tomei entretanto conhecimento de um ou outro assunto que nos vamos por aqui a deixar uma impressão. Resumindo, por assim dizer, no dia que Portugal se deixou vencer pela Espanha - fatídico dia em que um incêndio levou a tal bela janela, ameaçando a boa ordem dos nossos trabalhos, numa maré de azares que nos foram boicotando a normalidade da nossa jornada até ao último minuto (mesmo o último, aquele em que por fim as luzes se apagaram antes da madrugada de pretas e ucranianas do Cacém, quais baratas em busca de detritos e agentes da reposição da mais antiga ordem no desaparecimento de vestígios de efémeras passagens, viessem varrer o pó deixado na passagem deste nosso circo louco e delirante) -, que mergulhei de apneia num oceano de esquecimento para melhor me concentrar na desorganização que a partir daí reinou como uma desbragada e temperamental Histrionica Domina Imperatrix Mundi, ao sabor do lado em que bate o vento.

Bem, acabado o joguinho das vuvuzelas para Portugal, que de bom tom perdemos em conformidade com os novos tempos para sem azedumes continuarmos em paz a dispender da cordial arrogância e ditadura da globalização vinda de além fronteiras, como deste nosso mais próximo vizinho que uma vez mais ganhou o mundo, desta pela força do jogo-da-bola! Pobretes mas alegretes, com uma consoladora e foliã medalha de cortiça sarapintada, eis-nos, é certo, mas sem aquele estigma do Teixeira de Pascoais que já ninguém sublima, felizmente para todos nós para que os nossos dentes não nos caiam de podres.

Mas, caro leitor, vamos ao que interessa:

CR7, ou seja, CR, o futebolista, fez um filho sem se encostar, roçar e fornicar num pele a pele uma fêmea reprodutora! É quase metafísico e uma estrela poderia ter passarinhado no céu. Mas não, nada disso aconteceu e na realidade provou-se que temos homem (o que faz o dinheiro). Macho, até, de condão chauvinista na medida em que usa e despreza o bel sexo como as descartáveis fraldas do seu recém-nascido - uma barriga de aluguer para gestar uma criança e modelos e manequins, que de certo, também alugadas a termo certo, na prestação de serviços pagas a troco de recibos verdes, para lhe fazerem companhia nas piscinas de N. York e nos Iates que se deixam fotografar em pictures que dão 7 voltas ao globo no espaço de micro segundos para convencer o mundo de alguma coisa de que não percebemos muito bem o quê. Assim sendo, e como português moralista que sou, ainda que falso, digo: CR, mas o que vem a ser isto? Não gosto de dar conselhos, mas hoje vou abrir uma excepção. Ei-lo! CR com a sua licença, deixo-lhe aqui esta mensagem: a vida não é só relvados, estádios e milhões de euros a comprar tudo. Aprenda isto depressa para não repetir erros, uma vez que sobre o que fez nada há mais a fazer, nem dá para emendar, uma vez que o Júnior irá viver sempre com o
complexado estigma e o espectro de um pai saudável pelo que parece só pela habilidade para dar uns chutos numa bola já que a vocação para agarrar as ancas de uma mulher, se assemelha de fraca, fracota! Rapazola, aprenda para felicidade dos seus meninos: os bebés não se fazem com dinheiro numa clínica como quem espera que eles venham de avião da França, nem muito menos se onananizam para um tubo. Um bebé, caro CR, passando a expressão, ejacula-se no tal sagrado recipiente feminino concebido com graça pela Divina Providência para esse efeito, para uso de machos viris ou de homens interessados, com o frenetismo e o anseio de um forte nirvana da planta dos pés à ponta dos cabelos galgado depois como um calafrio pela espinal medula abaixo aspergindo-se como uma torrente de chuva de uma forte monção de Verão.

Afinal onde está o homem?

Não c'e! E o que se vê: um puto mariquinhas menos chorão do que já foi, agora com ares de arrogante, perdulário dos seus MILHÕES, deixando-se fotografar ao lado de MULHERÕES sem qualquer empatia e simbiótica cumplicidade pelo objecto feminino... Basta, cada um que depreenda aquilo que achar! Não me compete ajuizar nada.

Em resumo e finalizando esta publicação viperina, CR, o futebolista, percebe imenso de chutos na bola (sem marcar grandes golos) mas de bebés: "tá quieto ó preto"! Rapaz da Bola, não tem importância que não seja um macho viril - pode ser o que quiser entre o normal, o débil ou até mesmo o impotente - mas encoste-se e sinta a efervescência carnal do sangue alheio a chamar por si!


News about:

Cristiano participa em campanha... de borla
, Cristiano Ronaldo no Algarve: "Deixem-me desfrutar" ,
Selecção dá trambolhão de cinco lugares no ranking FIFA , Federação Portuguesa pela Vida exige revisão "urgente" da lei do aborto , Queiroz espera novo prémio: a decisão final de CR sobre braçadeira
.
.

5 comentários:

Joao Oliveira disse...

Que é la isso? ela...perdão ele é muito macho! onde está a duvida?!

Tens que perceber que ele é um homem de futuro e que recorre as ultimas tecnologias para criar o rebento, geneticamente o mais perfeito possível, ou achas que ele ia arriscar que saísse uma coisa parecida com ele! Compra-se um puto como se compra um Ferrari e já está!(como sei que tens vários leitores de outro lado do oceano, convém esclarecer que puto em Português de Portugal e uma criança do sexo masculino, mais nada!!)

Por outro lado, já dizia a Paris Hilton que o gajo é um bocado frouxo!

Salete Cattae disse...

CR papai? Não sabia!
CR é um jovem confuso e deslumbrado. chega à dar pena!

Gostei, posts fresquinhos :)

Bartolomeu disse...

@João de Oliveira,

dúvidas não, machos há para todos os gostos, só é mesmo preciso sê-lo. Porém, como diria o C.S.(Karlobitcha), há 2 tipos de homens, independentemente da raça, cor ou opção sexual:

Os Machos e as Meninas.

Homens, todos são e esta atitude é uma forma interna de ser e de estar, ainda que o exterior seja muito viril, sendo que o género macho puro, está em vias de extinção.

Não há muito mais a dizer... A resposta adivinha-se!

Grande abraço.

Bartolomeu disse...

@Salete Cattae,

vejamos, observemos elenquemos até de que material são feitas as pernas do seu génio.

Bjhnos

Salete Cattae disse...

Vi seu recadinho lá no maionese e gostei bastante de saber que lê os comentários que deixo aqui.
Bem, não preciso dizer então que gosto do teu blog...

Em tempo, adorei o demarche! :D

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails