18 de junho de 2010

POR SARAMAGO

.
Quem me dera ser um Querubim sorrateiro e estar agora no céu a ver a triunfal chegada do destemido Nobel Finado ao Paraíso... e esvoaçante vigiar o confronto das velhas Senhoras:

Saramago versus Deus

ou seja

O Juízo Final do Viandeiro Errante da Azinhaga à estalada de meia-noite!


Contas a prestar, contas a pagar!




3 comentários:

Maionese disse...

definição de ironia:

Saramago, ao morrer, descobre que não só Deus existe, como também é português e de direita :)

Maionese disse...

definição de ironia:

Saramago, ao morrer, descobre que não só Deus existe, como também é português e de direita :)

Maionese disse...

definição de ironia:

Saramago, ao morrer, descobre que não só Deus existe, como também é português e de direita :)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails