22 de maio de 2010

SANTA RITA TUDO TORNA POSSÍVEL



(c) Santos & Santinhos

Santos da casa fazem milagres


Hoje é dia de Santa Rita
Advogada das causas impossíveis.


Ora pro nobis


Em dia de Santa Rita, beata italiana (filha única, mãe, viúva, religiosa e estigmatizada), o Inter de Milão vence o jogo decisivo da liga dos campeões rematando com dois golos o Bayern de Munique, empurrando-o para um lugar que não o do triunfo.

Mourinho fez saber que a todo o custo iria dar a vitória ao Inter. Ora, o Inter, desde 1965, depois de rematar o nosso Glorioso, nos tempos do temido Pantera Negra (talvez a mais gloriosa papoila saltitante), nunca mais ganhara tal distinção e 45 anos depois, esmorecida a esperança, só mesmo com a intervenção de um grande força sobrenatural, como a da beata de Cascia, ou Cassia, como por cá se diz, se valeu ao título e aos golos da vitória.


Santa de devoção universal, quem sabe hoje especialmente mais lembrada e ferozmente procurada por italianos e alemães (em preces, invocações ou promessas), Rita de Cássia, sobranceiramente, preferiu apostar na equipa da sua casa favorecendo os Lombardos e as ambições maiores de Mourinho, aquele que também tudo torna possível, tornando assim o dia de hoje duplamente festivo para todos os crentes italianos: crentes da fé, para todos aqueles que durante o dia ocorreram ás igrejas em busca da bênção da santa, na deposição, em pose solene e tridentina, de uma sua relíquia sobre a testa; e os crentes desta vitória, que incrédulos foram abençoados com os dois golos.



Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails