16 de novembro de 2009

GOLEGÃ - THE END




E assim foi Les-Adieux à Feira da Golegã, no Coparias, vendo bailar quatro ditas Sevilhanas quiça ao jeito de Alcochete, refeitos de abafados a mais depois de degustado ao jantar um simpático maialino acompanhado de batatas fritas mal confeccionadas por um cozinheiro bêbado que fazia birra ao jeito de rapazinho mimado, ante intermináveis brados e Nessun's Dorma de meter dó, saciados por copos de água bebidos pedidos com vergonha numa casa elegante decorada com 50 pratos iguais com galos pintados, acompanhados por dois bêbados que nunca ninguém soube quem eram.

Cenas da vida.
Até para o ano!


2 comentários:

António Rosa disse...

Gostei de acompanhar a sua série de impressões sobre a Feira da Golegã. Não fui, mas constou-me que tudo decorreu muito bem. As noites animadas e as pessoas desejosas de se animarem.

Abraço, Bartolomeu.

Bartolomeu disse...

Caro António Rosa,

obrigado! Foi um olhar escolhido entre centenas de fotos que tirei e que não pude por aqui mostrar pelo excesso e o monótono que seria.

Os dias da Golegã, para ser mais correcto, são sempre animados e a noite é apenas o prolongamento na passagem pelos diversos locais onde o auge se prolonga sem cessar!

Quanto a ânimos desejados, só mesmo por uns abafados - o vinho do "Porto" do Ribatejo! Isto é que é qualidade de vida, num certame como este, beber e rir com os amigos.

Abrç

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails