24 de abril de 2009

INDIFERENÇA!





A porta da rua... é a serventia da casa!


3 comentários:

Anónimo disse...

Mas em que casa vive o "menino" afinal?..Entao e a porta de servico nao serve? Ve la se lhe caem os parentes na lama! ;-)

ZéMiguel disse...

A Porta...
Entando ou saíndo é sempre a serventia não fosse ela mesma uma barreira!

Quem entra fica, quem sai vai!

Indiferença, óbvio!

Bartolomeu disse...

Uma barreira invisível e dela só nos damos conta que existe quando Aqui-del-Rei às situações!

Portanto um espaço aberto...

Um "breu" de incógnito num espaço sem norte apontando em todos os pontos trazendo e levando emoções!

Uma porta! Uma barreira física que clareando o incógnito se vai estreitando enquanto o tempo envelhece!

Por fim o fecho total!

Mas não é o fim... Há movimento, e não é um milagre que se opera... é apenas uma trajectória mudando as cambiantes e o rumo do local!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails