5 de fevereiro de 2009

SANTA ÁGATA - VIRGEM E MÁRTIR


No dia 5 de Fevereiro
celebra-se a festa litúrgica de Santa Ágata.




O martírio pelo qual é lembrado iconográficamente Santa Ágata.


autor desconhecido
San Marino


Ágata ou Águeda nasceu por volta do ano 230 na Catânia - Sicília (Itália). Oriunda de uma família aristocrata, bastante rica, recebeu uma educação religiosa cristã na qual jurou fé e castidade oferecendo-se para servir a Deus na pobreza e humildade - segundo a tradição cristã, pelos seus 15 anos.

Crescendo em virtude e beleza, os seus atributos de jovem e bela donzela espalharam-se por toda a Sicília. Quinciano, Governador da Sicília, atraído pela fama da sua beleza, veio pedir a sua mão em casamento. Ágata recusou o convite, expondo os seus motivos e crenças religiosas. Quinciano, inconformado, reiterou em novas ocasiões o seu pedido o qual sempre recusado, o levou a extremos obsessivos.

Usando então do seu poder, numa época em que Décio ordenava a feroz perseguição aos cristãos, Quinciano tenta dissuadi-la das suas determinações,
convidando-a a adorar Ídolos e ameaçando-a com os éditos imperiais. Ágata mantêm-se firme nas suas convicções. Então Quinciano, em desespero de causa, ordena a sua prisão.


St.ª Ágata recusa-se a adorar Ídolos

Paolo Gismondi, vulgo Perugino
Igreja de Sant'Agata dei Goti, Roma

Tida como frágil e sensível, por oposição ás suas crenças, é condenada pelo Tribunal à prática forçada da prostituição, sendo dada à guarda do Templo de Afrodite. Por razões desconhecidas foi poupada, mantendo-se virgem. O mesmo Tribunal tomando então conhecimento da impugnação da sentença condena-a à morte pela tortura.


St.ª Ágata entre as filhas de Afrodisia

Paolo Gismondi, vulgo Perugino
Igreja de Sant'Agata dei Goti, Roma

Foi então esbofeteada, chicoteada e colocada entre chapas de cobre em brasa. Sobrevivendo a esta tortura, voltou à prisão onde foi abençoada com uma visão de São Pedro, revitalizadora da sua fé.


São Pedro aparece a St.ª Ágata na prisão

Paolo Gismondi, vulgo Perugino
Igreja de Sant'Agata dei Goti, Roma

Restabelecida, os seus carrascos, perante a sua firmeza, aplicaram-lhe uma tortura ainda mais cruel - desconjuntam-lhe os ossos e arrancam-lhe os seios.


Martírio de St.ª Ágata

Paolo Gismondi, vulgo Perugino
Igreja de Sant'Agata dei Goti, Roma

Mostrando-se ainda resistente e com vigor, foi por fim arrastada sobre cacos de vidros e carvões em brasa.


St.ª Ágata colocada sobre lenha ardente

Paolo Gismondi, vulgo Perugino
Igreja de Sant'Agata dei Goti, Roma

Vivendo ainda, foi levada para a sua cela onde morreu na noite de 05 de Fevereiro de 251 - há rigorosamente 1758 anos, segundo a tradição cristã.


St.ª Ágata no leito de morte

Paolo Gismondi, vulgo Perugino
Igreja de Sant'Agata dei Goti, Roma

Após a sua morte houve um grande terremoto que abalou toda a cidade. A 05 de Fevereiro de 252 o Etna entrou em erupção ameaçando com a sua lava a cidade de Catânia. A população, lembrando a virgem-mártir pegou no véu que cobria o seu túmulo e colocando-o diante do fogo fizeram com este cessasse miraculosamente.


É invocada como protectora nas causas de incêndio,
erupções vulcânica e terremotos.

Advogada das doenças mamárias e queimaduras.


Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails