5 de janeiro de 2009

THE TWELVE DAYS OF CHRISTMAS - THE SONG!





Por fim, em vesperas da Epifania, conclui-se o ciclo dos 12 dias de Natal tal como a canção indica.

Entre uma aparente troca de prendas numa longa lenga-lenga, cheia de lugares comuns das terras protestantes de Suas Majestades Britânicas, esta tão naïf canção que a orgulhosa Rainha Vitória cantava, exaltando-se nela como patriótico Hino Britânico de Natal - acompanhada então pelo bondoso Príncipe Albert, sentado ao piano do Palais arrancando poderosos e cheios acordes arremessados de galopantes arpejos, e pelo coro dos Royals Princes & Princess com verdadeiro haxen - é na realidade a ultima "piece de resistence" católica, que por snob orgulho os "Roiais" ingleses, fingem ignorar!


Os "Roais" Ingleses
Queen Victoria, Prince Albert anda the Royal Prince


Desde o século XVI que esta canção, que veicula a doutrina católica nas ilhas infestas, era ensinada ás crianças, que posteriormente passando a ignorar o seu verdadeiro significado continuaram-na cantando gaiamente.


Piano da Rainha Vitoria

O significado veiculado em cada dia veio aqui sendo explanado diariamente. Inicialmente para doutrinar os princípios proibidos, hoje, com significante teologia, convida-nos a reflectir cristianamente em cada momento e em cada mistério que cada dia encerra hermeticamente.

Portanto, e em resumo, o nosso bom
Deus - o True Love - independentemente da mão pela qual nos chegam, é sempre aquele que nos presenteia-a sempre em todos os dias do Natal como da nossa vida.


Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails