8 de dezembro de 2008

IL QUARTO RE






Ontem, quando cheguei a casa, estava a dar um curioso filme no Canal 1. Trata-se do IL QUARTO RE, filme italiano que se desenrola em torno de 2 velhinhos, um homem adulto e um jovem rapaz em demanda do nascimento de Jesus!

Seguindo uma estrela, que brilha da mesma forma e intensidade, ora de noite, ora de dia, estes 4 personagens vivem mil peripécias, impeditivas ao sucesso da sua nobre missão, sendo constantemente salvos ou ajudados pelo jovem Alahzar. No fim, o jovem é ajudado, pela arte dos magos, a regressar a casa, onde a sua esposa também acaba de dar à luz.





De aspecto épico, a atmosfera do filme evoca muitas vezes o espirito de Pasolini, na abordagem das Mil-E-Uma-Noites, ou um ou outro autor italiano ao espírito da Cinecitta. Ao invés, este, está longe destas grandezas sendo demasiado cândido e puro, roçando a naïfte e o diletantismo, nos quais sobressaem as virtudes naturais do jovem actor. Salienta-se a música de Ennio Morricone.



(Sobre o jovem actor, fica aqui facilitado um link sobre os seus atributos. Imperdível, mas pecaminoso:
http://www.hunkdujour.com/blog/archives/2006/09/raoul_bova_italian_actor.asp)


Realizador:
Stefano Reali

Ano:
1997

Género:
Drama-Fantasia

Intérpretes:
Raoul Bova (Alazhar)
Daniel Ceccaldi (Melchiore)
Joachim Fuchsberger (Baldassare)
Billy Dee Williams (Gaspare)


Hoje foi o dia Charlton Heston e do seu Ben-Hur. 11 Oscares, apesar da controvérsia de alguns factos. Porém, de nos fazer colar na cadeira, como qualquer filme do género.

Vivam os épicos!


2 comentários:

Zé Miguel disse...

Gostei de ler.....
O autor, caminha para a perfeição!
Abraços

Salete Cattae disse...

Ninguém fica indiferente a Raoul Bova, ele é perfeito!
Vi ele no filme "Sob o sol da Toscana".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails