24 de setembro de 2011

NA HORA DO ADEUS...

.
Há uns anos atrás, pouco antes dos 20's, na idade em que se tomam decisões que moldam o futuro, empreendi ser artista. Queria ser um artista daqueles que usando pincéis elaborava o mundo por manchas coloridas ou monocromáticas segundo a sua psíque... ou que pela ponta do seu lápis desenharia um mundo a ser habitado fazendo casas e casinhas. Enquanto deambulava nestas indefinições expûs por duas vezes. Na segunda destas exposições, inaugurada por destacadas presenças, foi-me apresentado o José Niza que integrava o tal grupo. Com grande cortesia, parabenizando-me o magro talento ali exposto, cumprimentou-me pelo meu trabalho. Por fim, ao contrário do que era seu costume, não cantou nem tocou.
.
Não voltei a expor e/ou a elaborar um trabalho que tal justificasse. Segui um rumo diferente na minha vida e esquecido desta memória, hoje, pouco lembrado de ter protagonizado os citados momentos, recordo-os nesta partilha pelo acontecimento deste dia.

News

Morreu José Niza, compositor de "E Depois do Adeus"

21 de setembro de 2011

GRANDES MALES SEM GRANDES REMÉDIOS

.
É na penumbra, na sombra do recanto da altar onde a luz emanada de um castiçal aceso não penetra, que o espectro do escândalo cresce como doutrina desvairada exorcizando a mediocridade de pobres infiéis indefesos...

É na penumbra, na sombra de uma silenciosa camarata da sesta que o vigilante espectro vem refrear-se na beleza da puberdade...

É na penumbra, no segredo de uma sacristia,  de uma qualquer dependência, de um jardim, de uma latrina, de um quarto-de-banho, do assento de um automóvel, da imensidão de qualquer espaço pertinente esboçado por mil enganos cativados por falas mansas, que o espectro toma o servo da doutrina pervertendo-o simplesmente porque é um homem e não é Deus.
.
News

Igreja belga quer submeter seminaristas a testes psicológicos para evitar pedofilia  , Papa chega a Berlim com compreensão pelos que abandonam a Igreja devido à pedofilia ,

RECENTES

.
Afinal o caruncho chegou à Madeira!


News  

                                                

16 de setembro de 2011

13 de setembro de 2011

FÓSSEIS MODERNOS....

.


Tudo por uma ida à Lua...

conta-se que no Cabo Espichel, o grande finisterra português, numa hora e num tempo desconhecido por ninguém assistido, certa burrinha de aspecto comum aos da sua honrada estirpe asina, acavalando no seu aveludado dorso uma distinta passageira, de pau por certo, trepou corajosamente as temíveis escarpas que de lado a lado se amontoam emergindo do oceano. Escarpas propícias a descer com maior sucesso do que a subir, portanto, a burrinha, desafiando todas as leis da gravidade conhecidas, desobediente às imposições de Newton, trepou por aí cima pelo seu pé desenhando na dura rocha o seu ilustre passeio. Na verdade, nunca se soube se de facto aburrinha subia ou descia, ou se descia ou subia, mas, pelo que se diz, sabemos que se prestou a fazer favores à Divindade...  só porque o povo quis!

Desta façanha, com ingénua imaginação pintou-se um azulado azulejo que para a história representa a mais antiga representação iconográfica que há no mundo de uma fossilização: um trilho de dinossaurio...

News

11 de setembro de 2011

FOTOS DA SEMANA

.
 (c) Santos & Santinhos
.
.

11 DE SETEMBRO

.
 (c) Santos & Santinhos

Num piscar-de-olhos o tempo correu tal com tanta velocidade como aquela que desmorounou toda aquela realidade transformando-a numa grande nuvem de pó. O pó que a memória não levou.

10 de setembro de 2011

AS MARAVILHAS DA GASTRONOMIA

.
(c) Santos & Santinhos


Eis que no ar se propagam iguarias ditas classificadas. De Scalabicastro, em tons de alho francês e beringela, para melhor agraciar o distinto certame, difundem-se para todo o país gulosas tradições que por democrática escolha irão ser elevadas à categoria do palmarés do divino Pantagruel, ainda que sem o olhar e a dignidade dos preceitos da arte de tão criterioso juiz e comensal a quem a história tantas vénias faz. Portanto, hoje, mais hora menos hora, saberemos que "comesainas" arregalam os olhos ao Zézinho do Bordalo com a satisfação e a lembrança que o todo não faz a parte!


News

Três sopas entre os dez mais votados no concurso Maravilhas da Gastronomia ,

1 de setembro de 2011

DEPOIS DA TEMPESTADE... A BONANÇA

.
Tal é a força da expressão que os astros lhe obedeceram com tal prontidão fazendo jus à sua eficácia. À tremenda noite onde tudo choveu sucedeu-lhe um dia de contorno primaveril de brilhante solar aspecto...  Efémera ou não, uma boa altura para desprender de coisas e de dores passadas metaforicamente arrancadas pelas águas correntes. Posto isto, segue a jornada.


News

Setembro abre com previsão de chuvas fortes

30 de agosto de 2011

O DIA DA PADROEIRA

 .
 
(c) Santos & Santinhos
.
Pela rua passa a Senhora
De alva veste bordada de flores
Andor de devota condição
Penhor de graças a quem espera salvação.

Quem sente enternece
Mirando e olhando doce expressão.
É mãe que embala, cuida e guarda
Que assim corre em procissão.

Ladeada de gente, que enfim,
Eis a Senhora da Graça,
Menino ao colo se acha
Para que do leite homem se faça.
.
Não sei mais o que escrever
Para esta rima concluir
Loas não sei tecer, não sei,
E assim, sem mais, eis o fim!
.
.

3 de agosto de 2011

FÉRIAS DE VERÃO

.
(c) Santos & Santinhos

Férias ou a Catarse do ano.
.
.

NO PÔR DO SOL...

.
.
.

AGOSTO

.
Dizem as praeiras sentadas na borda da praia, essas que conhecem melhor que ninguém a raça do tempo de estio, com o saber calejado no rosto abrasado pelo sol e curtido pelo sal do mar, arrevesando-se no seu xaile preto olhando o infinito longínquo, que: 1º de Agosto, 1º de Inverno. Diz também o povo de lado a lado desde o tempo das avós e das avós das avós que letradas em pouco mais do que cultura popular, sabiam para além do que aquilo que tenra gente saída do seu regaço encerra.

Se a cinzenta chuva brindou à máxima popular sem o gosto do tempo quente e do ameno conforto da praia, privado de tal delicia o fim do dia encantou-se aos olhos com este desfecho:

(c) Santos & Santinhos
.
.

3 de julho de 2011

FRASE DO DIA:

.
 (c) Santos & Santinhos


"O Lousã cheira a bafio"

(Marcelo Rebelo de Sousa sobre Francisco Lousã e a sua antiguidade partidária hoje no Jornal Nacional da TVI)
.
.

2 de julho de 2011

JUST MARRIED

.
(c) Santos & Santinhos


Tenho por hábito assistir a este tipo de cerimónias como um dever pelo qual desconheço o verdadeiro motivo - provavelmente pela afinidade e boa impressão que sinto pela praxis dos rituais em si e a forma como são abordados nas diversas latitudes segundo os hábitos, tradições, costumes e gostos locais.

Com a bênção católica de Deus, Alberto II do Mónaco desposou Charlene Wittsctok na presença de 3.500 convidados vestidos a rigor ao som da música de Mozart, Schubert e Handel dirigida por Lawrence Foster (o maestro da orquestra Gulbenkian) e interpretada pelo soprano Renne Fleming, pelo tenor Andrea Bocelli, e pelos solistas, coro e orquestra da ópera de Monte Carlo assim como das intervenções musicais litúrgicas do coro dos pequenos cantores do Mónaco.

Belas imagens pela TV foram chegando. Imagens arruinadas pela falta de espírito e inconveniente verborreia compulsiva dos apresentadores da TVI que impiedosamente pouco deixaram ouvir da beleza da música que se escutou. O auge deu-se com Judite de Sousa e Felipa Garnel durante a Avé Maria de Schubert. Competindo com o protagonismo da exibição de Andrea Bocelli arremessaram-nos com pérolas medíocres e fúteis em comparações de trazer por casa onde no mesmo prato se pôs em apreciação, passo a expressão:"o olho do cu e a feira de Silves". Já num tempo avançado da exibição, repreendidas pelo Goucha, lá se ouviu o que se pode em silêncio. Da mesma forma o Agnus Dei mozartiano, de inenarrável beleza, foi asperamente comentado  pelo padre António Rego com alegorias poéticas religiosas do tempo de Pio XII sobre o santo sacrifício da missa e outros barroquismos rendilhados esquecendo que em Mozart essa música é o enaltecimento e a plenitude. Valeu-nos a discrição de comentários da RTP sem deixar nela de apontar o atabalhoamento do tradutor.

O silêncio por vezes vale mais do que mil palavras assim como a incultura aqui criticada é apontada não pela creditação de saber mas pela desinteligência e iliteracia dos comentadores ante aquilo que à sua volta discorria  subestimando e castrando o conhecimento e o sentimento do público televisivo  na melhor apreciação da fluência da evidência do dia. De grosso modo, mas bem caricaturada, esta postura assemelhou-se àquela que achamos nas salas de concerto e auditórios a certas pessoas  de educação duvidosa arvoradas à máxima sapiência do-diz-que-tudo-sabe e que durante a audição da música tudo comentam ruidosamente importunando quem ao seu lado está.


News

Príncipe Alberto e Charlene disseram “sim” no MónacoPríncipe Alberto e Charlene disseram "sim" no Mónaco , Casamento real. Será desta que o solteirão mais cobiçado do Mónaco acalma? ,

29 de junho de 2011

28 de junho de 2011

R.I.P. ANGÉLICO VIEIRA

.
(c) Santos & Santinhos


Um vulto de aparência jovem extinguiu-se na mercê de um episódio brutal quanto às suas consequências sem que no fim da dramatização se tivesse ouvido: CORTA!... Cai o pano e fecham-se as luzes para o actor que com mais fortuna do que talento percorreu num meio abrir-e-fechar de olhos a passerelle da fama. Privado agora de honras ou de ser vaiado pelas misérias que o futuro de certo lhe reservaria ficará cristalizado na imagem do fulgor daquilo que toda a gente lhe conheceu ou lhe apreciou.


NEWS

Morreu o actor e cantor Angélico Vieira , Angélico morreu. Óbito foi declarado esta noite  , Certidão de óbito de Angélico Vieira ao início da noite , Angélico mantém prognóstico muito reservado, amigos preparam vigília , Angélico Vieira em morte cerebral , Fãs de Angélico Vieira fazem corrente em frente ao hospital à espera de um “milagre” , Angélico. Óbito deverá ser declarado nas próximas horas , Estado de saúde de Angélico agravou-se , Hospital desmente "morte cerebral" de Angélico , Ministério Público vai decidir sobre realização da autópsia de Angélico , Acidente como o de Angélico Vieira pode chocar mas “não tem efeito educativo duradouro nos jovens” , Da televisão para os palcos, Angélico era um ídolo juvenil ,

17 de junho de 2011

CURA PARA TODOS OS MALES

.
Com a cabeça em água
De mil tormentos que a vida assim guarda,
Em água me deito a apaziguá-la.
.
.

AIDA DE ALFAMA

.
(c) Santos & Santinhos


A Aida de Alfama tem cara farrusca mas não é africana, mulata ou pardacenta. Nasceu na Alfredo da Costa: é alfacinha de gema. Anafada e roliçona enverga bata comprada nos chineses que lhe evidencia os seus grossos braços. Por baixo desta preciosidade venusiana traz apenas lingerie e nas pernas gordas meia de vidro preta alçada até à coxa. Com voz de cordas-de-aço controla o seu negócio dando-o conta ao bairro inteiro. De abanico na mão vai aliviando o suor que lhe desce pelo enegrecido rosto abaixo até aos seios colocados em frente ao assador onde se empenha a despachar sardinhas em favor dos trocos que o cliente honrado se empenha a deixar por tão rara iguaria. Posto que todos se serviram e dali partiram, exalando a mulher do povo, de prato bem guarnecido e aviado, suspira agora na vinda do seu homem que há-de ali chegar para naqueles manjares se afundar.



News
.

Mini, média e grande ópera. Com um olhar para a música portuguesa . 2011/2012: Dias de amor, traição e morte no São Carlos

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails